Terapia de grupo

O que é?

A psicoterapia de grupo é uma forma de terapia colectiva cuja acção benéfica se coloca na resolução e reeducação dos problemas/preocupações, as quais têm por base as interacções e comunicações que ocorrem no interior dos grupos (organizados com fins terapêuticos).

Em que situaçõe pode ajudar?

Ao fazer parte de um grupo terapêutico, o sujeito sentir-se-á integrado, deixando de se sentir isolado e passando a experimentar alívio, por perceber que não está sozinho com os seus problemas. Ao mesmo tempo, é estimulada, nos membros do grupo, o sentimento da coesão grupal, da união, ganhando-se a vontade de oferecer e receber apoio do outro e criando-se relacionamentos muito significativos e válidos para a terapia funcionar. A estes dois factores, juntamos o factor de desenvolvimento das técnicas de socialização, em que os sujeitos integrados nos grupos aprendem a distinguir e a deixar de apresentar comportamentos inadequados através da simples observação uns dos outros e dos comentários honestos e bem recebidos que fazem.

É assim que, através destes factores, os membros dos grupos se ajudam entre si a mudar de atitude, pensamento e comportamento.

Na psicoterapia de grupo são trabalhadas problemáticas da psicoterapia individual, como perturbações da ansiedade, depressão, fobias, alterações no comportamento e relacionamento interpessoal, entre outras.

A quem se dirige?

Qualquer pessoa pode participar de uma terapia de grupo (crianças, jovens, adultos e séniores).

Contudo existem vários tipos de grupo, de acordo com os objetivos propostos:

  • Grupo homogéneo, em que o grupo de pessoas possui características comuns;
  • Grupo heterogéneo, em que cada pessoa apresenta características diferentes entre si;
  • Grupo aberto, em que não existe um prazo para terminar e, permite a entrada e saída de pessoas do grupo:
  • Grupo fechado, em as pessoas iniciam e terminam a terapia de grupo juntas, não podendo entrar novas pessoas no grupo

Apesar de ser uma terapia que pode apresentar custos menores e ser, muitas vezes, procurada por esse motivo, tem objetivos diferentes deste. Como tal, é importante que a pessoa compreenda esse aspeto para não desistir do processo terapêutico.  A modalidade desta terapia procura a troca e o estabelecimento de múltiplas relações que ajuda o indivíduo no crescimento e na resolução de problemas a partir dos papéis que vão ocorrendo dentro dos grupos, que após identificados, podem ser trabalhados, por forma a se tornarem mais flexíveis e ajustados.

Como funciona?

Habitualmente, numa fase inicial, antes de integrar o grupo é feito uma triagem, de modo a assegurar que não existe nenhuma contraindicação.